Certidão
Diretoria
Documentação Homologação
Estrutura
Quem Representamos
Quem Somos
Instruções para o Preenchimento
Anot. em Ficha ou Livro de Registro
Categoria Diferenciada
Concorrência Pública - Participação
Contribuição dos Empregados
Desconto
Filiação - Obrigatoriedade
Penalidades
Prof. Liberal Vínculo Empregatício
Quadro de Profissionais Liberais
Recolhimento
Relação dos Empregados
Consulta de Artigos
Galeria de Fotos
Cursos e Palestras


Assistência Jurídica
Colônia de Férias Guaratuba
Cursos Técnicos
Desconto | Medicamentos
Desconto | Estabelecimentos
Policlínica Capão Raso
Aposentados
Boletins Especiais
Call Centers
Convenções Coletivas
Provedores
Telefonia Fixa
Telefonia Móvel
Viva Voz - Edição Extra
Prestadoras de Serviço
Teleatendimento
Call Centers
Prestadoras de Serviço
Provedores
Telefonia Fixa
Telefonia Móvel

Ligue: (41) 3321.3800

Acordo Coletivo
Conciliação e Mediação de Conflitos
Empresas que Aderiram
Formulário de Reclamação
Informações Gerais
Nossas Normas
S.G.P.



FIBRACEM


TELEFNICA/VIVO


ALIANA SUL


TELEFNICA/VIVO


HORIZONS


TAHTO


CCT DE REDES


CLARO


CONVENO DE REDES


CENTRAIS SINDICAIS

02/09/2021
RESGATAR O BRASIL PARA OS BRASILEIROS




O Brasil atravessa um dos momentos mais difceis de sua histria desde a declarao de independncia, em 7 de setembro de 1822, h 199 anos.

So quase 15 milhes de desempregados, 6 milhes de desalentados, outros 6 milhes de inativos que precisam de um emprego e mais 7 milhes ocupados de forma precria. Inflao alta, carestia e fuga de investimentos. Aumento da fome e da misria, crescimento da violncia, insegurana alimentar e social. Escalada autoritria e uma calamitosa gesto da pandemia do coronavrus. Sem falar nas crises ambiental, energtica, entre tantas outras.

Ao invs de agir para resolver os problemas, que so decorrentes ou agravados pelo caos poltico que se instalou em Braslia na atual gesto, o governo os alimenta e os utiliza para atacar os direitos trabalhistas, precarizando ainda mais o j combalido mercado de trabalho.

O prprio presidente se encarrega de pessoalmente gerar confrontos dirios, criando um clima de instabilidade e uma imagem de descrdito do Brasil. E ele ainda tem o desplante de culpar as medidas de conteno do vrus pelo fechamento de postos de trabalho, ignorando que a pandemia j matou precocemente quase 600 mil brasileiros!
Ningum aguenta mais. Vivemos no limiar de uma grave crise institucional. A aparente inabilidade poltica instalada no Planalto que acirra a desarmonia entre os poderes da Repblica, esconde um comportamento que visa justificar sadas no constitucionais e golpistas.

Quem mais sofre com esta situao dramtica o povo trabalhador, cada vez mais empobrecido e excludo, e cada vez mais dependente de programas sociais que, contraditoriamente, encolhem.

O pas no pode ficar merc das ideias insanas de uma pessoa que j demonstrou total incapacidade poltica e administrativa e total insensibilidade social. preciso que o legislativo e o judicirio em todos os nveis, os governadores e prefeitos, tomem a frente de decises importantes em nome do Estado Democrtico de Direito, no apenas para conter os arroubos autoritrios do presidente, mas tambm que disponham sobre questes urgentes como gerao de empregos decentes, a necessidade de programas sociais e o enfrentamento correto da crise sanitria.

Esse movimento dever ser impulsionado pela slida unio dos trabalhadores e suas entidades representativas, bem como por todas as instituies democrticas, a sociedade civil organizada, enfim, todos os cidados e cidads que querem redirecionar nosso pas para uma trajetria virtuosa em benefcio do povo. Para isso precisamos, antes de tudo, lutar contra o desgoverno que ocupa a presidncia da Repblica!

Que a Semana da Ptria consagre, pela via da luta firme e decidida de todo povo, um Brasil que quer seguir como uma nao, democrtica, plural, terra de direitos, capaz de pavimentar um futuro de liberdade, soberania, justia social e cidadania para todos!

#ForaBolsonaro

Srgio Nobre, Presidente da CUT (Central nica dos Trabalhadores)
Miguel Torres, Presidente da Fora Sindical
Ricardo Patah, Presidente da UGT (Unio Geral dos Trabalhadores)
Adilson Arajo, Presidente da CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil)
Jos Reginaldo Incio, Presidente da NCST (Nova Central Sindical de Trabalhadores)
Antonio Neto, Presidente da CSB, (Central dos Sindicatos Brasileiros)
Atngoras Lopes, Secretrio Executivo Nacional da CSP-Conlutas
Edson Carneiro ndio, Secretrio-geral da Intersindical (Central da Classe Trabalhadora)
Jos Gozze, Presidente da PBLICA, Central do Servidor
Emanuel Melato, Intersindical Instrumento de Luta

SINDICATO DOS TRABALHADORES EM TELECOMUNICAÇÕES NO ESTADO DO PARANÁ - © 2014
Atendimento - 2ª a 6ª feira - 9:00h às 12:00h | 13:00h às 17:00h
Nosso Endereço: Alameda Sr. Muricy, 81 - Centro - Curitiba - Paraná - Telefone: (41) 3321-3800