Certidão
Diretoria
Documentação Homologação
Estrutura
Quem Representamos
Quem Somos
Instruções para o Preenchimento
Anot. em Ficha ou Livro de Registro
Categoria Diferenciada
Concorrência Pública - Participação
Contribuição dos Empregados
Desconto
Filiação - Obrigatoriedade
Penalidades
Prof. Liberal Vínculo Empregatício
Quadro de Profissionais Liberais
Recolhimento
Relação dos Empregados
Consulta de Artigos
Galeria de Fotos
Assistência Jurídica
Colônia de Férias Guaratuba
Clube de Campo SINTTEL
Cursos Técnicos
Desconto | Medicamentos
Desconto | Estabelecimentos
Aposentados
Boletins Especiais
Call Centers
Convenções Coletivas
Provedores
Telefonia Fixa
Telefonia Móvel
Viva Voz - Edição Extra
Prestadoras de Serviço
Teleatendimento
Call Centers
Prestadoras de Serviço
Provedores
Telefonia Fixa
Telefonia Móvel

Ligue: (41) 3321.3800

Acordo Coletivo
Conciliação e Mediação de Conflitos
Empresas que Aderiram
Formulário de Reclamação
Informações Gerais
Nossas Normas
S.G.P.



HORIZONS


ALIANÇA SUL


ASSIM, CLARO QUE NÃO DÁ!


ACORDA VIVO!


TIM


PROPOSTA TIM


HUAWEI


PLANSUL

17/09/2018
ASSIM, CLARO QUE NÃO DÁ!



Representantes da Claro negociam com a bancada dos trabalhadores

Parece que a negociação com a Claro ainda não começou. A data-base é 1º de setembro e todos os trabalhadores esperam o reajuste nos seus salários e benefícios. Mas parece que a empresa não leva a sério os anseios dos trabalhadores. Já estamos em meados de setembro e a Claro apresentou na reunião de 11/09 uma proposta ridícula, muito abaixo das perdas do período que fechou em 3,64% (INPC).

Ela propôs 0,92% de reajuste nos salários e benefícios somente em janeiro/2019 e ignorou todos os demais itens da Pauta de Reinvindicações aprovada pelos trabalhadores.

Sobre o PPR/2018, a Claro insiste em excluir trabalhadores. Ela propôs elegibilidade de 90 dias nos casos de experiência e 60 dias para os demais trabalhadores. Quer manter o indicador do fluxo de caixa livre como gatilho para pagamento. E efetuar o pagamento somente em maio/2019.

Vale lembrar que nesta negociação do Acordo Coletivo 2018/2019 já estão inseridos os trabalhadores oriundos da NET. Para eles, reivindicamos também a diferença dos meses entre a data-base anterior e a atual que é 1º de setembro, bem como a periculosidade para todos.

Indignado com a postura da empresa, a Comissão dos Sindicatos da Fenattel cobrou uma nova reunião para iniciar de fato as negociações, pois não considerou discutir uma proposta tão irrisória quanto a que foi apresentada pela Claro. A reunião está agendada para 26 de setembro.

A Comissão quer que a empresa reconheça a importância de seus trabalhadores. E que isso seja refletido em uma proposta decente que seja condizente com sua excelente situação no setor de telecomunicações. Afinal, eles são os responsáveis pela grandeza da Claro.

O trabalhador não aguenta mais tanta enrolação. Vamos agilizar essa negociação Claro!

TRABALHADOR O SINTTEL É O SEU LEGÍTIMO REPRESENTANTE - SINDICALIZE-SE.