Certidão
Diretoria
Documentação Homologação
Estrutura
Quem Representamos
Quem Somos
Instruções para o Preenchimento
Anot. em Ficha ou Livro de Registro
Categoria Diferenciada
Concorrência Pública - Participação
Contribuição dos Empregados
Desconto
Filiação - Obrigatoriedade
Penalidades
Prof. Liberal Vínculo Empregatício
Quadro de Profissionais Liberais
Recolhimento
Relação dos Empregados
Consulta de Artigos
Galeria de Fotos


Assistência Jurídica
Colônia de Férias Guaratuba
Cursos Técnicos
Desconto | Medicamentos
Desconto | Estabelecimentos
Policlínica Capão Raso
Aposentados
Boletins Especiais
Call Centers
Convenções Coletivas
Provedores
Telefonia Fixa
Telefonia Móvel
Viva Voz - Edição Extra
Prestadoras de Serviço
Teleatendimento
Call Centers
Prestadoras de Serviço
Provedores
Telefonia Fixa
Telefonia Móvel

Ligue: (41) 3321.3800

Acordo Coletivo
Conciliação e Mediação de Conflitos
Empresas que Aderiram
Formulário de Reclamação
Informações Gerais
Nossas Normas
S.G.P.


17/09/2018
ASSIM, CLARO QUE NO D!



Representantes da Claro negociam com a bancada dos trabalhadores

Parece que a negociao com a Claro ainda no comeou. A data-base 1 de setembro e todos os trabalhadores esperam o reajuste nos seus salrios e benefcios. Mas parece que a empresa no leva a srio os anseios dos trabalhadores. J estamos em meados de setembro e a Claro apresentou na reunio de 11/09 uma proposta ridcula, muito abaixo das perdas do perodo que fechou em 3,64% (INPC).

Ela props 0,92% de reajuste nos salrios e benefcios somente em janeiro/2019 e ignorou todos os demais itens da Pauta de Reinvindicaes aprovada pelos trabalhadores.

Sobre o PPR/2018, a Claro insiste em excluir trabalhadores. Ela props elegibilidade de 90 dias nos casos de experincia e 60 dias para os demais trabalhadores. Quer manter o indicador do fluxo de caixa livre como gatilho para pagamento. E efetuar o pagamento somente em maio/2019.

Vale lembrar que nesta negociao do Acordo Coletivo 2018/2019 j esto inseridos os trabalhadores oriundos da NET. Para eles, reivindicamos tambm a diferena dos meses entre a data-base anterior e a atual que 1 de setembro, bem como a periculosidade para todos.

Indignado com a postura da empresa, a Comisso dos Sindicatos da Fenattel cobrou uma nova reunio para iniciar de fato as negociaes, pois no considerou discutir uma proposta to irrisria quanto a que foi apresentada pela Claro. A reunio est agendada para 26 de setembro.

A Comisso quer que a empresa reconhea a importncia de seus trabalhadores. E que isso seja refletido em uma proposta decente que seja condizente com sua excelente situao no setor de telecomunicaes. Afinal, eles so os responsveis pela grandeza da Claro.

O trabalhador no aguenta mais tanta enrolao. Vamos agilizar essa negociao Claro!

TRABALHADOR O SINTTEL O SEU LEGTIMO REPRESENTANTE - SINDICALIZE-SE.